BrasilDestaques

Veneziano representa o Senado Federal na COP 28, a Conferência da ONU sobre clima, em Dubai



O Vice-Presidente do Senado Federal, Senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) está viajando nesta sexta-feira (01) para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, para participar da COP 28, a Conferência da Organização das Nações Unidas – ONU para o clima. Veneziano estará representando o presidente da Casa, Senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que esteve na abertura do evento, mas que já está de retorno ao Brasil.

O Senador paraibano integra uma comitiva de parlamentares e vai participar de vários painéis para os quais foi convidado, tanto pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex Brasil, quanto pela Confederação Nacional da Indústria – CNI. Ele participa da COP 28 também na condição de presidente da Frente Parlamentar de Recursos Naturais e Energia do Senado.

“Vamos debater as realidades que se agravam a cada instante, no mundo inteiro, com todas estas intempéries climáticas, o que, mais do que nunca, cobra providências efetivas por parte das nações e o Brasil tem se mostrado comprometido com esta pauta. Como presidente da frente, levaremos ao conhecimento dos que participarem desses painéis as iniciativas do Congresso Nacional neste sentido”, declarou Veneziano.

Veneziano destacou a importância da COP 28 e lembrou que a COP 30 será realizada em Belém, no Pará, em 2025, reunindo no Brasil representantes de governos dos vários países que, efetivamente, estão envolvidos com a questão climática mundial. “São conferências importantes, aonde as temáticas envolvem os compromissos e as responsabilidades que precisam ser mais duramente exigidas de todos os países, indistintamente”.

Veneziano lembrou que o novo governo, do presidente Luís Inácio Lula da Silva, tem se apresentado para o mundo comprometido com esta pauta. “O Brasil tem apresentado o seu compromisso responsável para tentar minimizar os eventos que estão, a cada dia que passa, mais duramente vividos por nós. Este ano mesmo o Brasil, tanto nos estados do sul, sob enchentes e chuvas torrenciais, quanto no Norte, com a seca devastadora, tudo isso não é, se não, fruto e um conjunto de reflexos produzidos pelas mudanças climáticas que existem pela ação nefasta do homem”, declarou o Senador paraibano.

Veja mais detalhes: https://www.instagram.com/reel/C0RrrdVOOnP/

Veneziano retorna ao Basil no dia 10 de dezembro.

Assessoria de Imprensa

 
Botão Voltar ao topo