DestaquesParaíba

Veneziano registra chegada das carretas com equipamentos para instalação do Hospital de Amor em Campina Grande: “momento histórico”

O Vice-Presidente do Senado Federal, Senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) registrou na manhã desta sexta-feira (05) a chegada das carretas que trouxeram a Campina Grande os equipamentos para a unidade local do Hospital de Amor. As caretas vieram da cidade de Barretos, em São Paulo, onde funciona a principal unidade do HA. “Este é um momento histórico para a nossa cidade”, disse Veneziano.

Segundo a enfermeira Maria Aparecida Florentino dos Santos, que natural de Princesa Isabel, na Paraíba, mas atua há mais de dez anos no setor de prevenção do Hospital de Amor de Barretos, chegaram a Campina Grande equipamentos como aparelhos de mamografia e de ultrassonografia, mesas ginecológicas, dentre outros.

Ela confirmou que até o final da próxima semana, quando será finalizada a adequação em parte do prédio do futuro Hospital Materno-Infantil de Campina Grande, na Avenida Floriano Peixoto, zona oeste da cidade, uma outra carreta chegará, com mais equipamentos, desta vez para a parte administrativa da unidade, como móveis, computadores, dentre outros. Aparecida está gerenciando a implantação da unidade campinense do Hospital de Amor e disse que já pediu transferência para Campina Grande, para atuar aqui, quando a unidade local iniciar o atendimento à população.

Prevenção do Câncer – Na semana passada Veneziano fez uma inspeção às obras de adequação do prédio onde vai funcionar o Hospital de Amor de Campina Grande, que atuará na prevenção do câncer de mama e de colo de útero. “A previsão é de que, no final de julho ou início de agosto, possamos começar os atendimentos no Hospital de Amor, que é uma grande conquista para a saúde de Campina Grande, principalmente para o público feminino, e que foi uma ação que teve a nossa articulação, junto com a Prefeitura, o prefeito Bruno Cunha Lima e o Hospital de Amor de Barretos, com apoio do ex-Presidente do Senado, Davi Alcolumbre”.

Veneziano ressaltou que o prédio onde o HA de Campina Grande vai funcionar inicialmente não é um local definitivo. Ele terá uma estrutura própria, que já está sendo providenciada. “Mas enquanto isso, o Secretário de Saúde Carlos Dunga e o prefeito Bruno Cunha Lima, ao lado da direção nacional do Hospital de Amor, identificaram essa estrutura que, provisoriamente, receberá os equipamentos e o pessoal”.

Hospital de Amor – O Hospital de Amor é o nome atual do conhecido Hospital de Câncer de Barretos, líder do ranking da Scimago Institutions Rankings (SIR), entre todos os centros de saúde da América Latina, ocupando o segundo lugar entre as instituições que realizam pesquisas na área da saúde.

A instituição foi escolhida, em 2000, pelo Ministério da Saúde, como o melhor hospital público do país. Desde 2011 é considerada “instituição irmã” do MD Anderson Cancer Center, o maior centro de tratamento e pesquisa de câncer do mundo.

No ano de 2020, o HA realizou 1.047.440 atendimentos a 224.883 pacientes de 2.335 municípios de todos os estados do país – um recorde de cobertura. Foram realizadas 24.351 internações, 252.544 quimioterapias, 9.500 refeições servidas por dia, 100% de forma gratuita. A entidade reúne 380 médicos e 5.300 funcionários, em todas as suas unidades espalhadas pelo Brasil, sempre instaladas em cidades do interior.

Assessoria de Imprensa

Botão Voltar ao topo