DestaquesNotícias

Três cantoras de sofrência e sertanejo e o fenômeno do piseiro lotaram o Parque do Povo nesta véspera de São Pedro (28)

Mesmo com chuva, shows tiveram público fiel e fãs cantaram com artistas todas as músicas

Parque do Povo teve uma véspera de São Pedro memorável, nesta quarta-feira (28).
Nos 40 anos do Maior São João do Mundo, três mulheres, Naiara Azevedo, do
sertanejo, Priscila Senna, da sofrência, e Márcia Felipe, do forró, além do cantor
Nadson Ferinha, foram as atrações da noite. Filas foram formadas logo cedo nos
portões de acesso. Houve reforço na segurança do local, com policiais vindos de João
Pessoa e do Sertão, além do uso da Cavalaria e das equipes da Rotam.

 
No início da noite, Naiara fez um show vibrante com as músicas mais conhecidas.
Pela primeira vez no palco do Maior São João do Mundo, ela começou o show falando
especialmente para as mulheres, que forma a maior parte do seu público. Em meio a
apresentação, a cantora fez homanagem ao forrozeiro cearense Didi, dono da banda
Brasas do Forró, que morreu nesta quarta. Ao final do show, Naiara falou com a
imprensa.
“A sensação de estar aqui é de arrepiar o show inteiro. A emoção foi tão grande que
minha pressão caiu, me senti tonta. Para vocês verem o que o São João de Campina
Grande faz com a gente. Eu surgi num cenário onde havia mais homens cantando. Eu
vim na contramão do que a Paula Fernandes estava fazendo. Baixinha, gordinha. Mas
eu sempre tive um sonho e muita força de vontade”, comentou.
Na sequência, houve o show de Priscila Senna. A esta altura do evento, o Parque do
Povo já estava lotado. A apresentação dela teve muita música sofrência e um coro de
milhares de vozes cantando junto. A parte do camarote lotou na hora desta
apresentação e fecharam as entradas VIP. Ela concedeu entrevista ao final da
apresentação.
“Eu ainda estou trêmula, foi muito incrível e a sofrência é garantida com Priscila Senna
em mais uma apresentação aqui no Parque do Povo. Eu estava muito ansiosa para
esse show, eu me diverti muito cantando com a galera, todo mundo cantando,
participando do show, foi incrível. Fiquei muito feliz de encontrar minhas amigas
Naiara e Márcia, foi perfeito, não poderia ter data melhor para tocar aqui”, falou.
Márcia Felipe entrou no palco como a terceira atração da noite. Mas antes ela
conversou com a imprensa e falou da alegria em voltar ao Maior São João do Mundo.

Ela cantou uma música nova chamada “Chance Boa”, além dos hits “Quatro sorrisos”,
“por você” e o que tem mais de 500 mil visualizações, “Quem me dera”, entres outros.
“Com certeza, tudo é benção. Essa oportunidade de estar voltando aqui nesse espaço
que é tão marcante na vida de todo mundo, de todos os artistas, todos os nordestinos.
Que essa nossa cultura, que essa nossa festa permaneça para os nossos netos e
bisnetos. Eu coleciono momentos especiais aqui em Campina Grande, no São João,
que é especial demais”, afirmou.
Por último, o show mais esperado da noite, de Nadson, começou já na madrugada
desta quinta-feira e com o Parque do Povo repleto..
“Eu venho trabalhando muito, desde os 11 anos, muita correria e graças às Deus
estamos aí, correndo o Brasil inteiro. Eu regravei sucessos de serestas e uma das
músicas está com mais de 17 mil views, principalmente a versão em arrocha. Estamos
com outra música que está chegando no top 50 do Spotify. As parcerias estão
surgindo, uma delas com um cara que eu sou muito fã, que é o Pablo. Outra parceria
que em breve vou realizar é com o Gustavo Lima”, concluiu.
O show de Nadson foi simples, com a batida conhecida da sofrência e do arrocha,
mas com grande aceitação do público. Um grupo de crianças subiu ao palco, entregou
um buquê de flores. A música mais esperada, “Cadê seu namorado, moça?”, foi
cantada pela multidão.
Outros palcos
Nos outros palcos do Parque do Povo, o forró fez todo mundo dançar. Na Pirâmide
houve shows de Gamadões do forró, Os Quenturinhas do forró e O Rei dos cornos.
Outras atrações do local foram os grupos Nordeste e Alma e Raízes de Santa Cecilia,
além da Quadrilha Junina Rojão do Forró e Associação Cultural, Desportiva Mistura
Gostosa e Junina Ação Nordestina.
No Palco Cultural houve apresentação de trios de forró. Na Ilha de Zé Bezerra, os
Trios Raminho da Paraíba, Forró Penerado e Forró Chique fizeram a festa. Já na Ilha
de Seu Vavá, houve Os Agrestinos do Forró, Trio Chapéu Virado e Isac do Acordeon.
Na Ilha de Zé Lagoa tocaram Trio Os Três de Campina e os Trios Puxando Fole e
Forró Bom Todo.
No Quadrilhódromo houve Trio de forró, Quadrilhas Juninas Terra dos Fortes e
Mistura Junina, além de As Cangaceiras de Lampião e Quadrilha raio de luz.

( créditos Rondinelle de  Paula e Ascom MSJM)



Botão Voltar ao topo