Secretaria de Saúde implanta atendimento pediátrico no Centro de Saúde Francisco Pinto

Com o objetivo de descentralizar os atendimentos pediátricos em Campina Grande, a Secretaria de Saúde implantou um serviço de consultas médicas no Centro de Saúde Francisco Pinto, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30.

O serviço é voltado a atender crianças com sintomatologias leves, como febre baixa, resfriados e arboviroses. A iniciativa foi tomada para desafogar o Hospital da Criança e do Adolescente (HCA), que viu o número de atendimentos mais que dobrar no último mês.

Além disso, a Secretaria de Saúde já havia descentralizado o atendimento para adolescentes, tornando a Unidade de Pronto Atendimento Dr. Maia (Alto Branco) e os hospitais municipais Pedro I e Dr. Edgley referências para atendimento para as pessoas de 14 anos de idade acima.

Para se ter uma ideia, em abril do ano passado foram 2.580 atendimentos e, no mesmo mês deste ano já foram 5.800 atendimentos, mais que o dobro do registrado em 2021. Isso ocorreu porque o hospital é a referência para atendimento pediátrico para mais de 70 municípios, além de ser o único com plantão de pediatria em toda a região.

O fluxo diário de atendimentos aumentou em até quatro vezes na unidade hospitalar. De acordo com a diretora clínica do HCA, Taís Dantas, o aumento nos casos foi provocado pelo período de pós-pandemia. “As crianças ficaram durante dois anos reclusas em casa, usando máscaras e, após a circulação e liberação do uso de máscaras, elas estão tendo contatos com todos os vírus de uma só vez. Antes elas adquiriam imunidade aos poucos e agora estão adoecendo mais em razão disso”, esclareceu a médica.

Este período também é sazonalmente um tempo de circulação de vírus respiratórios, doenças respiratórias e arboviroses, como dengue e chikungunya, o que potencializou o número de pacientes na emergência.

Codecom

Load More Related Articles
.