DestaquesPolítica

Presidente da Câmara de Puxinanã devolverá mais de R$ 400 mil a prefeitura

Prefeito Felipe enaltece a responsabilidade do presidente ” Serginho de Solon”, à frente da Câmara Municipal de Puxinanã.

Não é de hoje que a capacidade administrativa e política do vereador Sérgio Figueiredo, presidente da Câmara de Vereadores de Puxinanã é ressaltada. Político experiente, apesar da idade, está na presidência da Casa pela terceira vez, “Serginho de Solon” tem sido um dos mais fortes líderes e aliados do prefeito Felipe Coutinho.

Nesta terça, 21, a Câmara municipal de Vereadores de Puxinanã realizou uma audiência pública para discutir e debater a Lei Orgânica e as peças do Orçamento Municipal de 2024. A audiência foi presidida pelo vereador ” Serginho de Solon”. Na audiência a participação de secretários e do prefeito Felipe Coutinho que aproveitou a reunião e fez revelação inédita para história do poder Legislativo do município.

O gestor destacou a responsabilidade política e social do presidente Sérgio Figueiredo a frente da Câmara municipal.

Felipe Coutinho em sua participação que o presidente da Câmara, além de renovar o compromisso e a responsabilidade com a administração da Câmara junto com o Poder Executivo.

É que de forma inédita o presidente Sérgio fez um anuncio de algo nunca visto em Puxinanã. A Devolução de recursos, como sobra do duodécimo, no valor de mais de R$ 400 mil, que servirá para aquecer a administração do prefeito Felipe Coutinho. “A decisão de devolvermos os recursos, algo inédito para o nosso município veio após reunião com a equipe de contabilidade da Câmara Municipal e da Prefeitura e mostra a responsabilidade como tratamos os recursos públicos de nosso município, com um trabalho enxuto e sério, de todos os parlamentares e que nos ajudou a realizarmos essa ação administrativa”, destacou Serginho de Solon.

O prefeito Felipe Coutinho destacou que a parceria entre prefeitura e Câmara de Vereadores possibilitou o município passar por um ano turbulento e de crise financeira muito forte. “Em momento de crise financeira este recurso chega em boa hora, pois como gestor poderemos utilizar no pagamento de folha de pessoal e em novas obras, passamos por um ano difícil mas estamos chegando ao final com compromissos cumpridos com funcionários e fornecedores, além da realização de obras importantes para o município”, disse o prefeito.

(pagina 1 pb)

Botão Voltar ao topo