DestaquesNotícias

Prefeitura de Campina Grande realiza estudos técnicos, com processos tecnológicos, para medir a profundidade do Açudes Velho e de Bodocongó

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria de Obras, iniciou na última quarta-feira (03) um estudo preliminar com o levantamento com técnicas de batimetria e topografia. Esse estudo analisa a sub-superfície aquática e terrestre do Açude Velho e de Bodocongó para determinar a profundidade real dos reservatórios. A partir desse levantamento, será possível avançar nas próximas ações, incluindo o processo de dragagem, limpeza e instalação de dispositivos para direcionar o fluxo de água para o tratamento.

“Esse é um dos estudos que complementa todo o projeto e serviço que será executado tanto no Açude Velho como no Açude de Bodocongó, visando despoluir e aumentar a capacidade de armazenamento. Assim, a cidade terá de volta um cartão-postal limpo para que a população possa realizar atividades físicas e de lazer no entorno”, explicou Joab Machado, secretário de Obras de Campina Grande.

Por meio dessa tecnologia, teremos dados precisos da profundidade, topografia, capacidade e volume da massa de água. A medição é realizada por uma fonte que emite sinais acústicos, e um computador GPS calcula o momento e posições da emissão do sinal e os ecos que retornam ao sensor, convertendo-os em sinais eletrônicos e fornecendo informações pontuais da profundidade.

A medição do Açude Velho será concluída nesta sexta-feira (05), e a equipe técnica iniciará o estudo no Açude de Bodocongó, com previsão de término para a próxima semana.

Codecom



Botão Voltar ao topo