Por emergência da variante Delta, novo decreto estadual deve manter restrições, diz secretário

 

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, comentou em entrevista nesta segunda-feira (30), que o novo decreto estadual, previsto para sair nos próximos dias, não deve trazer mais flexibilizações, devido a chegada iminente da variante Delta do coronavírus à Paraíba. “Consequentemente temos a possibilidade de ter um incremento de novos casos e, por isso, deverão ser mantidas as restrições”, afirmou em entrevista a uma emissora de TV da Capital.

Medeiros também destacou que é preocupante a situação de Campina Grande, na qual, no fim de semana, foram observadas muitas infrações de desobediência aos protocolos em bares e restaurantes, assim como festas com 300 pessoas, sem obediência a esses mesmos protocolos.

De acordo com o secretário, amostras suspeitas já foram enviadas para a Fiocruz. “Esperamos que na próxima semana já cheguem os resultados e aí teremos a certeza, mas a tendência é que todos os estados apresentem a variante Delta. Ceará e Pernambuco já têm e na Paraíba não será diferente”, lamenta.

Passaporte sanitário

Adotado em vários estados do Brasil como condicionante para entrar em eventos e estabelecimentos, o passaporte sanitário não é uma medida prevista ainda pela Paraíba. De acordo com o secretário, “o momento ainda não é esse”. Para o gestor, todas as atenções devem se voltar para a variante Delta que já está em transmissão comunitária na maioria dos estados. “Haverá um incremento de casos novos, como tem acontecido em outros países, e a necessidade de manter cuidados. Mega eventos como o réveillon e carnaval não devem ser analisados neste momento”, ressalta.

Vacina

O secretário ainda lembrou que as vacinas oferecem proteção contra a Delta, mas em menor intensidade e, além disso, obrigatoriamente após a segunda dose. Por isso a importância das pessoas que já tem a primeira dose (D1) se vacinarem com a D2.

Ainda nesta segunda-feira estão previstas a chegada de mais 21 mil doses da Pfizer, por volta das 15h e nesta terça-feira (31), às 1h10, está prevista a chegada de mais 53 mil doses da AstraZeneca, destinada à D2.

Load More Related Articles
.