Polícia encontra lista com 22 nomes, sangue e “escritos perturbadores” em apartamento onde Patrícia ficou

 

Perícia realizada pela Polícia no apartamento onde a estudante pernambucana Patrícia Roberta teria ficado em Gramame, em João Pessoa, encontrou vestígios de sangue em fronhas que estavam em um tanque de roupas sujas na casa do suspeito, junto com algumas roupas masculinas. Todo o material foi encaminhado ao IPC.

Entre o material encontrado estavam também escritos classificados como “perturbadores’ pela perita criminal da Polícia Civil, Amanda Melo.

Segundo a perita, os escritos revelam aspectos perturbadores quanto a personalidade da pessoa que o escreveu. Escritos como ” a noite eu saio para matar, eu sou um cara mau, você é uma menina boazinha”.

Os escritos foram recolhidos e passarão por exame grafotécnico para saber se é do acusado. Outra coisa que chamou a atenção da perícia foi o fato do apartamento ser extremamente organizado, com tudo no lugar.

A perícia também encontrou uma lista com o nome de cerca de 22 mulheres e o nome de Patrícia Roberta estava nessa lista.

Isso chama a atenção da Polícia para o caso de não ser o primeiro evento.

Um carrinho de mão também foi encontrado próximo a residência do suspeito, bem como roupas que foram sendo reconhecidas como sendo dela, descartadas em um tambor de lixo, óculos de grau e um encosto de cabeça idêntico ao que ela teria utilizado na viagem.

Apesar de trabalhar com a possibilidade de homicídio, a polícia, segundo Amanda Melo, está fazendo busca “pela Patrícia morta e pela Patrícia viva”.

Load More Related Articles
.