Notícias

Para diminuir riscos de infecção pela covid, Secretaria de Saúde de Campina Grande suspende visitas em unidades hospitalares

A Secretaria de Saúde de Campina Grande suspendeu as visitas realizadas aos pacientes no interior de unidades hospitalares do município. A medida é válida a partir desta quarta-feira, 2 de fevereiro. O objetivo é diminuir os riscos de infecção pela covid-19 e também a transmissão da doença na cidade.

Com isso, as visitas ficam suspensas no Hospital Municipal Dr. Edgley, na maternidade do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea), nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Alto Branco e da Dinamérica e no Complexo Hospitalar Municipal Pedro I, referência em tratamento para a covid-19.

“Estamos tomando essa decisão em função do quadro epidemiológico, já que estamos enfrentando uma variante mais transmissível da doença e os novos casos têm aumentado. O objetivo é proteger os próprios pacientes, os familiares e as equipes de profissionais da saúde e, principalmente, conter o avanço da doença”, disse o secretário de Saúde, médico Gilney Porto.

Com relação aos pacientes internados em enfermarias onde é possível contar com acompanhantes, a exemplo das próprias gestantes, é permitida a presença de apenas um acompanhante, desde que utilize máscara e respeite as regras sanitárias. Em caso de pacientes com covid-19, não é possível contar com a presença de acompanhantes.

Nas últimas 24 horas foram registrados 476 novos casos em Campina Grande, totalizando 53.345 casos positivos na cidade. A taxa de ocupação dos leitos da covid-19 no momento é 37% de UTI e 26% de enfermaria, dispondo de 76 leitos de UTI e 128 de enfermaria.

Codecom

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo