No primeiro ano da gestão Bruno, Sesuma bate recorde no volume de coleta do lixo e na recuperação da malha viária

Também foram intensificadas a distribuição de mudas, construção de praças e pavimentação de ruas

O primeiro ano da gestão do prefeito Bruno Cunha Lima foi de trabalho intenso, em todos os setores, além de números recordes em ações executadas pela Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma). Os dados constam do relatório anual da pasta, divulgado no final do ano passado, que mostram o crescimento no volume de recolhimento do lixo, recuperação da malha viária, produção e distribuição de mudas de árvores, recuperação de estradas, pavimentação em paralelepípedos, construção e revitalização de praças, limpeza, construção de barreiros e barragens e na desobstrução de canais e galerias do Município.

O trabalho permanente das equipes da Sesuma foi fundamental para a limpeza urbana da cidade. Segundo o relatório, apresentado pelo secretário Geraldo Nobre Cavalcante (Sesuma) ao prefeito Bruno Cunha Lima, durante reunião do secretariado, foram quase 180 mil toneladas de lixo recolhidas ao longo dos doze meses. Apenas a coleta domiciliar, realizada regularmente três vezes por semana, chegou a 84.410 mil toneladas, número significativo e que comprova a excelência desses serviços prestados à população.

Além da coleta porta a porta, outra atividade é o recolhimento de entulhos e resíduos volumosos em terrenos baldios, que alcançou a marca de 64.75 mil toneladas. Outros números estão relacionados ao lixo de ponto (13.863 mil toneladas); feiras e mercados (cerca de 558 toneladas) e caixas estacionárias (2.900 toneladas); recolhimento de pneus inservíveis (358 toneladas) e a coleta de resíduos recicláveis por meio do programa Recicla Campina (720 toneladas).

Em quilometragem foram 7.467 km em capinação; 69.564 km em varrição; 7.41 km em limpeza de canais; 498 km em terraplenagem de ruas e estradas; 1.288 km de meio-fio pintado. No relatório constam ainda 61 campos de futebol patrolados; 11 barreiros limpos; recolhimento de 171 animais mortos e apreensão de outros 422.

Uma obra de recursos hídricos, que marcou o primeiro ano da gestão Bruno Cunha Lima, foi a da barragem de Açude de Dentro, com capacidade de acumular, 400 mil m³ de água. O trabalho foi executado por engenheiros e técnicos da Prefeitura de Campina Grande, com uso de equipamentos da própria gestão. A próxima construção será quatro vezes maior e vai beneficiar a comunidade do Grotão.

Outra atividade permanente, desenvolvida pela Sesuma, é a de recuperação da malha viária, mais conhecida como operação tapa-buracos, realizada com a reposição de pavimentação em pré-misturado a frio (asfalto) que alcançou a marca de 38.685m², ou em paralelepípedo (3.967 m²). Foram 718 galerias desobstruídas; 8.750m² de limpeza de linha d’agua; 15.166 m² de canal e canaletes, além de 248 trilhos assentados.

Sete novas praças, com academias, foram concluídas e contemplaram os bairros das Cidades e Catingueira, Cuités, Jardim Continental, José Pinheiro, Nova Brasília, Tambor e Três Irmãs. Também avançou a obra do Parque Linear do Dinamérica, avaliada em R$ 13 milhões, com entrega prevista para o primeiro semestre deste ano. E estão sendo revitalizados os canteiros da Floriano Peixoto, Raimundo Alves (e sua rotatória), avenida Epitácio Pessoa, praça tenente Alfredo Dantas e a rua Jacqueline Aires.

Pavimentação de Ruas

A Sesuma também executou, no ano passado, 68.946 mil m² em pavimentação de ruas em paralelepípedos. Já foram entregues as ruas: José do Precipício, jornalista Paulo Brandão, Luiz Mota, Áurea do Rego Costa, Eduardo Ferreira Ramos e Manoel Joaquim Ribeiro (bairro de Bodocongó); professora Eutécia Vital Ribeiro, João Alfredo Pequeno, Joaquim Medeiros (em conclusão) e Salvo Araújo Sampaio (Catolé); Francisco Souza Costa (Conceição); São Jorge e São Clemente (Jeremias); Raimundo Queiroga (José Pinheiro); Elvira Araújo, Quinhentos e Sessenta e Seis e Rubens Saldanha (Mirante); Joel Pereira Cavalcante e Maria Ivete Pedrosa de Albuquerque (Novo Cruzeiro).

Há ainda as ruas Samuel Araújo Diniz, Evaldo Gonzaga de Albuquerque, Ascendino Toscano de Brito, José Estevão de Araújo e Josias Alexandre de Carvalho (Presidente Médici); José Vitorino da Silva e Luiz Mota (Ramadinha II); Eulália Araújo, José Mamede de Souza e José da Guia Lessa Silveira(todas em execução no Santa Cruz); José Almeida, Geralda Miranda Leite, Maria Carolina Amorim Zilli, Antônio Nunes Patriota, Endino de Souza Ribeiro e ator Paulo Gustavo, no conjunto Ronaldo Cunha Lima (Três Irmãs); e vias internas do Cemitério da Vila Cabral de Santa Terezinha, totalizando 37. A previsão, para este ano, é de melhorias mais 150 ruas, que já estão em fase de licitação.

E foram permanentes as ações de manutenção e melhoramentos nas feiras e mercados públicos (Feira Central, da Prata, Liberdade e Catolé), Arca JK e Newton Rique; no Jeremias, Severino Cabral, além dos oito cemitérios do Araxá, Galante, Vila Cabral, São José da Mata, Cruzeiro, José Pinheiro e Monte Santo, que receberam cuidados especiais ao longo do ano passado.

Meio Ambiente

O Meio Ambiente também mereceu a destaque ao longo de todo o ano passado. O viveiro de plantas, localizado no bairro São Januário, produziu quase 20 mil mudas e efetuou o plantio de quase oito mil novas mudas em residências (481), em logradouros públicos (3.147) e 3.700 mudas doadas. Ainda há disponíveis para a população 13.107 mudas de 70 espécies. Desde que foi criado, o Programa Minha Árvore já doou e plantou mudas em 60.277 unidades. A previsão, para este ano, é plantar mais 10 mil mudas.

Codecom

Load More Related Articles
.