DestaquesNotícias

Música e fé: Fãs do padre Fábio de Melo lotam Parque do Povo nesta terçafeira (20)

A arena de shows recebeu caravanas com público que prestigiou a programação musical religiosa do Maior São João do Mundo

A noite de terça-feira (20) foi de cânticos religiosos no Parque do Povo em Campina
Grande, que lotou logo cedo. Os shows foram do evangelizador, o paraibano Elson
Júnior e do mineiro padre Fábio de Melo. Caravanas de cidades circunvizinhas
marcaram presença com famílias inteiras.
Elson Júnior iniciou o show com o Ministério Unidos pela Fé e com as participações
das back vocals. A apresentação reuniu uma multidão que cantou junto músicas
como “Vem me curar”. Em meio à apresentação, ele disse que era devoto de Nossa
Senhora da Conceição e pediu orações.

Ao terminar o show, Elson falou com a imprensa. “Acho fantástica essa festa, porque
aqui cabem todos os espaços é uma noite que a gente dedica a agradecer a Deus
por tudo que ele faz é muito oportuno. Minha inspiração na música religiosa vem
desde Padre Zezinho até o Padre Fábio de Melo. Esse público de Campina Grande
mostrou uma receptividade fantástica, os membros do Ministério choraram com a
interação que a gente recebeu aqui”, falou.
A dona de casa Maria Tereza da Cunha estava no show de Elson com a filha
Edleusa. As duas vieram de Queimadas para assistir aos shows. “Estamos muitos
felizes por podermos assistir a uma benção dessas, um show que faz a gente cantar
e louvar ao Senhor, é uma dádiva”, exclamou Maria Tereza.
Já o Padre Fábio de Melo falou com a imprensa antes de subir ao palco. “Eu me
sinto muito honrado, muito feliz de estar em Campina Grande, em fazer parte do
Maior São João do Mundo. E é uma grande responsabilidade também, poder fazer
bem ao coração do Povo por meio da música. O povo nordestino é um povo
acolhedor, um povo que me ensina sobre solidariedade, sobre fraternidade e
acolhimento. Vou lançar em breve um disco todo em homenagem ao Nordeste
cantando os grandes nome da música desta região. Campina tem me recebido
mesmo antes de ser padre, desde os tempos dos retiros e das apresentações em
colégios. Estar aqui hoje é mais um degrauzinho que a gente sobe no carinho desse
público”, afirmou.

O padre ainda falou sobre a inspiração em Luiz Gonzaga e Acioli Neto, dos livros
que já lançou. Ele disse que onde há poesia há muito o lado espiritual. “O Nordeste
é uma faca que me sangra, quando isso acontece é bonito demais o que sai de mim.
Toda vez eu me sinto cortado. O nordestino me invade. Nunca senti atitude
preconceituosa. Ao contrário de vocês, que sofrem preconceito no Sudeste e Sul. Eu
me sinto acolhido e amado demais aqui”, concluiu.
O padre fez um show diferenciado, com uma banda afinada com a MPB, cantando
músicas que passavam mensagem de amor. Ele passeou pelos ritmos brasileiros,
como o samba e até o pop rock. Cantou Romaria, de João Mineiro e Marciano e
emocionou campinenses como a professora Natália Nascimento, que mora no bairro
Palmeira, e que tinha ido ao show com a filha e a mãe. “É um show muito bonito,
cheio de amor. Venho todos os anos e agora estou trazendo minha filhinha para ir se
acostumando”, contou.
Outros palcos
A noite também teve forró nos outros palcos do Maior São João do Mundo. na
Pirâmide, teve as apresentações da Banda Ficção e Patrícia Show. Já no Palco
Cultural, Trio Andorinha e Barbosinha foram as atrações.
Na Ilha de Zé Bezerra, houve Trio Agrestino e Forró Pé de Moleque. Na Ilha de Seu
Vavá, os Trios Carrilhões do Forró e Forró do Nó deram show. E na Ilha de Zé
Lagoa, teve os Trios Parceiros do Forró e Forró Show.

( Créditos: Rondinelle de Paula0



Botão Voltar ao topo