DestaquesPolicial

Mulher mata com tiro de espingarda o próprio companheiro, no Curimataú; acusada foi presa pela PC



Mais um bárbaro crime que choca não apenas as regiões do Curimataú e Seridó, mas toda Paraíba. Com uso de uma arma de fogo, uma mulher assassinou o próprio companheiro. O fato foi registrado nas primeiras horas desta sexta-feira (15) em Cuité, cidade localizada na região do Curimataú paraibano.
Como visto pelo Portal Picuí Hoje, em posse de uma espingarda, a acusada, que foi identificada como Jessica Renally, efetuou um disparo mortal contra o próprio companheiro. Ewerton Amancio da Silva, de 32 anos, dormia quando foi atingido pelo disparo na região da nuca. O casal residia no bairro Antônio Mariz, conhecido como popularmente como bairro do Tambor.

Em entrevista ao Portal Picuí Hoje, o delegado seccional Dr. Iasley Almeida destacou que, em menos de três horas, rápida e efetivamente, uma ação da Polícia Civil da Paraíba (PCPB), por meio da ação de policiais do Núcleo de Homicídios (NH) da Décima Terceira Delegacia Seccional de Polícia Civil (13ª DSPC), sediada na cidade de Picuí, localizada na região do Seridó paraibano, conseguiu esclarecer e prender em flagrante delito a autora do homicídio.
Conforme o delegado, desde o exato instante do conhecimento da prática do crime, as equipes de investigação da PC realizaram diligências in loco, e, após coleta probatória e localização do instrumento da prática do crime, se consegiu apontar a companheira da vítima como autora do homicídio.
“Diante dos fatos, com toda experiência investigativa, se consegiu extrair da investigada a confissão e obter a motivação do que a levou a praticar o crime contra a vítima”, revelou Iasley Almeida.

Ainda conforme o delegado, em seu interrogatório, a presa informou que estaria sofrendo muita violência doméstica por parte de Ewerton, e nesta madrugada resolveu ceifar a vida do companheiro. Para isso, a acusada aproveitou o momento que a vítima estaria dormindo e a surprendeu com um tiro de espingarda, efetuando um disparo mortal contra a nuca do mesma. A arma pertencia ao próprio companheiro.
De acordo com Dr. Iasley Almeida, a acusada ainda tentou buscar uma forma de tentar afastar a sua responsabilidade do crime, informando aos investigadores que alguém tinha matado seu companheiro, para dessa forma tentar despistar a ação polícial.
“Mas, a Polícia Civil, como ordineiramente vem agindo, fez suas ações repressivas, em um trabalho investigativo e probatório, que levaram a ela como suspeita, e agora sim como investigada e indiciada”, ressaltou o delegado.

A presa foi submetida a auto de prisão em flagrante pelo crime de homicídio doloso qualificado e será posteriomente apresentada em audiência de custódia para a devida decisão judicial sobre  seu recolhimento ao cárcere.
Ewerton Amâncio era natural de Picuí. Sua trágica morte chocou a população e deixou extremamente consternada os famíliares, que são bastante populares no município.
Portal Picuí Hoje.

Botão Voltar ao topo