Morre vítima da COVID-19 o prefeito de Riacho de Santo Antônio, Gilson Lima

Entidades e políticos lamentam e se solidarizam com familiares do jovem gestor

O prefeito de Riacho de Santo Antônio, Gilson Lima, faleceu na manhã deste sábado (05) vítima da Covid-19 aos 45 anos de idade.

Na última sexta-feira (04), o gestor teve uma alteração em seu quadro respiratório e foi transferido para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Pedro I em Campina Grande, referência no tratamento da Covid.

Gilson, contraiu o vírus desde do dia 23 de maio, estava cumprindo a quarentena, teve o agravamento e foi hospitalizado.

O prefeito perdeu o seu sogro Zezinho de Natália em um trágico acidente, na última quarta-feira (02).

O vice-prefeito, Marcelo do Fabrico é filiado ao partido Avante e tem 40 anos de idade. Assumirá a partir da segunda-feira a chefia do poder executivo.

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) lamentou o falecimento do prefeito de Riacho de Santo Antônio, Gilson Lima, de 45 anos, ocorrido na manhã deste sábado (5).

Diagnosticado com Covid-19 desde o dia 23 de maio, o gestor teve o quadro agravado e foi hospitalizado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Pedro I, em Campina Grande.

“É com grande tristeza que recebemos a notícia de mais uma morte para Covid-19. A luta tem sido diária para combater esse vírus que já fez milhões de vítimas em todo o país. Neste momento rogo a Deus para que receba Gilson Lima e que fortaleça e acalente o coração dos que aqui ficam vivendo a dor da partida e saudade”, disse o presidente da Famup, George Coelho.

Na política, Gilson foi vereador por três mandatos, chegou a assumir a Presidência da Câmara de Riacho de Santo Antônio e atualmente estava no primeiro mandato à frente da prefeitura.

Load More Related Articles
.