Medicina de luto: Dr. Ricardo Passos morre aos 43 anos vítima da Covid-19 e do H1N1

 

Romero presta homenagem ao médico Ricardo Passos: “Um guerreiro do otimismo”

 

O prefeito Romero Rodrigues prestou mais uma homenagem neste domingo, 14. O médico Ricardo Passos, 43, que trabalhava na UPA Dinamérica, que morreu vítima da ação conjunta da Covid-19 e do vírus H1N1, foi considerado um “guerreiro do otimismo” por Romero e uma inspiração para todos os que atuam na linha de frente em Campina Grande na luta contra a pandemia.

 


Segue o texto, na íntegra:

Dr. Ricardo Passos: um guerreiro nos deixa

Com pesar, infelizmente, registro o falecimento do médico Ricardo Passos, que trabalhava da UPA Dinamérica, em Campina Grande. Mais uma vítima da gripe H1N1 e da Covid-19, doenças que ceifaram impiedosamente a vida de um profissional no auge dos seus 43 anos. Um guerreiro, no sentido mais amplo da palavra. Deixa viúva, dois filhos e uma legião de colegas enlutados, que sempre o admiraram por sua determinação, seu otimismo e amor ao trabalho.

Em nome do povo de Campina Grande, nossos pêsames à família e nossa eterna gratidão a Dr. Ricardo Passos. Continuaremos aqui na luta pela vida, com fé em Deus e confiantes no esforço de guerra de todas as equipes da linha de frente, que já salvaram maia de duas mil almas em Campina e são motivo de orgulho para todos nós.

Dr. Ricardo, era filho do ex-prefeito de Remígio, Dr. Passos. Era muito querid0 na cidade, e por todos que trabalharam com ele o conhecia. Morava em CG, e atuava nas UPAs e vários outros hospotais, inclusive no Traumas, onde faleceu após mais de 20 dias internado.

Escrevia poemas, inclusive o último dele se referia a Covid.

Transcrevemos aqui.

As vezes chegamos ao ponto;
Em que tudo começa fazer sentido;
Das coisas mais belas e simples;
Que passamos despercebidos;

Momento que paramos pra pensar;

Como seria bom apenas viver;
Em um mundo repleto de coisas boas;
E jamais disso poder esquecer;

Esse não é um tom de despedida;
Não é um sentimentalismo barato;
Simplesmente são momentos;

Que sempre devem ser recordados;

A doença parou o mundo;
As pessoas começaram a enxergar;
Que o mundo sem Deus não é nada;
É não adianta querer mudar;

Quero deixar aqui nesse dia;

Um pouco do que eu vivi;
De vida de médico a paciente;
Foi o que me trouxe até aqui;

Desde a entrada no SAMU;
Com sua sirene ligada;
A luz no teto da ambulância;
Agora já não falta mais nada;

Essa é a vida dos pacientes;

Vista do olhar do médico que atende;
Mas quando nos colocamos no lugar;
É aí que você realmente entende!

Dr. Ricardo Passos

Load More Related Articles
.