DestaquesPolicial

Marido de cantora gospel Sara Mariano é preso e confessa assassinato da esposa na Bahia

Segundo informações da decisão da Justiça, a prisão de Ederlan Mariano é temporária, com prazo de 30 dias

O marido da cantora gospel Sara de Freitas Souza, de 35 anos, encontrada morta na sexta-feira (27), foi preso na madrugada deste sábado (28), após confessar ter cometido o crime. Ederlan Santos Mariano está na carceragem da 25ª Delegacia Territorial, em Dias D’Ávila, na Região Metropolitana de Salvador.

Segundo informações da decisão da Justiça, a prisão de Ederlan Mariano é temporária, com prazo de 30 dias. Também foi decretado um mandado de busca domiciliar na casa do suspeito. A reportagem tenta contato com a defesa do marido de Sara Mariano.

No pedido de prisão temporária, o delegado Euvaldo Costa informou ao juiz que Antônio Marcelo Oliveira Libonati, que o Ederlan Mariano “deixou claro sua intenção de destruir as possíveis provas que estavam armazenadas no celular da vitima e prejudicar as investigações dos fatos, bem como impedir a aplicação da lei pena”.

Sara Mariano foi vista pela última vez ao deixar a casa em que morava com Ederlan e a filha de 11 anos, no bairro de Valéria, em Salvador. Quando registrou o desaparecimento da esposa, o suspeito disse que a cantora tinha saído para ir a eventos religiosos, conforme informações do marido dela.

À família, Ederlan Mariano, disse não saber exatamente em qual igreja a esposa iria. Na tarde de sexta-feira, três dias após o desaparecimento, um corpo de uma mulher foi encontrado em uma área de mata e, de acordo com a Polícia Civil, foi reconhecido pelo marido de Sara como sendo o da cantora.

O cadáver estava em uma área de mata, às margens da BA-093, na altura de Dias D’Ávila, cidade da Região Metropolitana de Salvador. O marido de Sara Mariano esteve no local e disse ter encontrado um anel e uma sandália da esposa. O corpo estava parcialmente queimado.

Um pastor, amigo da cantora, foi à delegacia da cidade de Dias D’Ávila, e falou que não houve evento em igrejas do município, no dia e horário relatado por Ederlan Mariano.

Neste sábado, a irmã de cantora, Soraya Correia, divulgou um áudio em que a cantora gospel contava para ela que o marido queria comprar uma arma. No diálogo, a evangélica disse que terminaria o relacionamento com ele, caso o armamento fosse comprado.

Depois que a polícia encontrou o corpo, mesmo sem ainda a confirmação policial, a irmã de Sara Mariano, Soraya Freitas, fez uma postagem nas redes sociais de luto. “Por que, meu Deus? Tão linda, amava tanto a filha…”, escreveu.

Reprodução / Redes sociais

G1



Botão Voltar ao topo