CidadesDestaques

MAIOR SÃO JOÃO DO MUNDO: Prefeitura de Campina monta estrutura para garantir limpeza urbana e abastecimento d’gua eficientes durante os 30 dias de festejos juninos

A Prefeitura de Campina Grade, por meio da Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente-Sesuma, de Campina Grande, já definiu toda logística de limpeza urbana e coleta de resíduos sólidos, para atuar durante os 30 dias do Maior São João do Mundo, já a partir da sexta-feira, dia 10 de junho, início das festividades, com concentração no Parque do Povo, ruas adjacentes e nos Distritos de Galante, São José da Mata, como também de abastecimento de água no “ Quartel General” do forró.

Durante o Maior São João do Mundo, a coleta aumenta em torno de 20%, e pra manter a cidade limpa, a Sesuma dispõe de uma grande estrutura de equipamentos , 600 funcionários, e por meio de processo seletivo, 225 auxiliares de serviço e outros 60 para trabalhar na fiscalização do comércio ambulante, totalizando cerca de 900 servidores. Eles farão o trabalho de limpeza tradicional, como varrição, lavagem e higienização do QG do forró. Alternadamente, esses trabalhadores atuarão 24hs, cuidando da limpeza interna de todo Parque do Povo, avenida Sebastião Donato, Lino Gomes, Paulino Raposo, Parque Evaldo Cruz, outras ruas adjacentes e nos Distritos.

O secretário Geraldo Nobre, explicou que a operação , denominada, “Matuto Limpeza”, é planejada antecipadamente, com todo o material a ser utilizado devidamente licitado. “Esperamos fazer um trabalho igual, ou melhor, do que em anos anteriores a pandemia, e oferecer à população e aos turistas o devido conforto e melhor qualidade de vida. Se tem cidade limpa, tem qualidade de vida”, lembrou o secretário.

Durante toda a festa, a coleta também o reforço do projeto “ Recicla São João”, que será lançado oficialmente pelo prefeito Bruno Cunha Lima no dia da abertura da festa, quando 40 catadores, atuarão em parceria com as cooperativas e associação de catadores, com apoio do Ministério Público do Trabalho.

Abastecimento d’ água

Sobre este tema, Dr. Geraldo explicou que atualmente, só no Parque do Povo, a Sesuma tem uma estrutura hídrica de 300 m³, para atender toda demanda, proveniente de poços artesianos perfurados em 2017 quando a crise de água foi a maior de todos os tempos, “ e isso dá suporte e tranquilidade ao evento, que é feito em parceria com a Medow Entretenimento, do empresário Jomário Souto.

Esses três poços juntos, tem uma vazão de 6 m3 por hora( 6 mil litros), e recebe o reforço de outro poço perfurado no Distrito dos Mecânicos com uma capacidade maior, com suporte de 10 m3 ( 10 mil litros hora).

Ainda tem o reforço de carros pipas que colocam água em grandes caixas, garantindo a quantidade satisfatória para abastecer as baterias de banheiros, higienização do Parque do Povo, e suprir a demanda dos barraqueiros.

Codecom

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo