LUTA : Primeira-dama participa de reunião com portadores de doenças raras

Juliana Figueiredo Cunha Lima foi eleita madrinha da causa e assumiu compromisso de lutar em defesa dos raros

A primeira-dama de Campina Grande, Juliana Figueiredo Cunha Lima, se reuniu, na tarde desta quarta-feira, 17, com um grupo de portadores de doenças raras, para discutir assuntos relacionados à situação dessas pessoas, no período da pandemia.

Fevereiro é considerado o mês das Doenças Raras e a primeira-dama quer levantar as discussões sobre a importância de se criar políticas públicas de assistência e acompanhamento aos raros.

“É importante mobilizar a sociedade e conscientizá-la sobre a importância de políticas públicas voltadas para as Pessoas com Doenças Raras”, disse Juliana, lembrando que 28 de fevereiro é o Dia Mundial e Dia Nacional das Doenças Raras.

O encontro foi organizado pela presidente da AME-PB, Associação que presta assistência aos portadores de doenças raras, Edna Silva. Ela é também mãe de Laissa Guerreira, jovem portadora de doença rara e embaixadora da Associação dos Amigos da AME. Edna é e Laissa são duas das mais importantes lutadoras pela causa dos portadores de doenças raras, na Paraíba.

Durante a reunião, a primeira-dama foi convidada a ser madrinha da causa e assumiu um compromisso de trabalhar para trazer melhorias e qualidade de vida para os raros, em Campina Grande. “Estou pronta para trabalhar em defesa da causa dos raros, pois foi um compromisso de campanha do prefeito Bruno Cunha Lima e porque acredito que juntos podemos melhorar a qualidade de vida dessas pessoas. Podem contar comigo nessa luta”, disse Juliana.

A reunião contou também com a presença de Vinícius Andrade, chefe de Gabinete do vereador Olímpio Oliveira, que lidera a Frente Parlamentar, da Câmara Municipal, que abraçou a causa.

( CODECOM)

Load More Related Articles
.