Internações por covid-19 caem 69% entre junho e julho no Complexo Hospitalar Municipal Pedro I

Mais uma excelente notícia foi constatada pela equipa da Secretaria de Saúde de Campina Grande. As internações de pacientes com covid-19 caíram 69% entre os meses de junho e julho, somente no Complexo Hospitalar Municipal Pedro I. Em junho, 737 pacientes passaram por tratamento na unidade e em julho esse número caiu para 231.

Hospital vai esvaziando aos poucos, com as baixas nos casos de covid

Com a redução, diminuiu também a taxa de mortalidade na cidade, já que o complexo é a maior unidade hospitalar de tratamento do novo coronavírus de todo o estado da Paraíba. As mortes em junho em toda a cidade chegaram à marca de 123 e em julho 43 perdas, o que representa uma redução de 66% no número de óbitos por covid-19 em toda a cidade.

“Os números são extremamente positivos e demonstram o reflexo da vacinação. Nesta quinta-feira, dia 12 de agosto, temos pouco mais de 30 pacientes no hospital e apenas um desses internados havia sido vacinado. Ou seja, as vacinas têm reduzido os casos de adoecimento e evitado a disseminação da doença”, avaliou o secretário de Saúde, Filipe Reul.

A taxa de ocupação no hospital nesse momento é de 20% nas enfermarias e 26% na UTI. Dos 165 leitos disponíveis, apenas 37 estão ocupados. Em toda a cidade, a ocupação é de 16% nas enfermarias e 22% na UTI. Com isso, a Secretaria Municipal de Saúde está fazendo pequenas reformas e melhorias nas alas desocupadas.

“É muito bom poder presenciar esse momento de maior controle da doença, mas precisamos ressaltar que a pandemia ainda não acabou, que ainda temos sim pacientes, casos que complicam, e que a população precisa se cuidar, evitar aglomeração, utilizar máscara e se vacinar, quando chegar o seu momento”, frisou o secretário.

Codecom

Load More Related Articles
.