Governador e prefeitos não mudarão regras de isolamento

 

 

O pronunciamento feito ontem pelo presidente Jair Bolsonaro, criticando o fechamento do comércio e medidas de prevenção à propagação do coronavírus, não surtirá efeito nas determinações adotadas na Paraíba. Pelo menos é o que ficou claro nos posicionamentos dos prefeitos Romero Rodrigues (PSD) e Luciano Cartaxo (PV), assim como do governador João Azevêdo (Cidadania), nesta quarta-feira (25). Os três decidiram manter os decretos já em vigor e redobrar as recomendações para a permanência do isolamento social.

E os três estão corretos. Essa é a orientação das autoridades de saúde e de centenas de especialistas médicos. É também o ‘caminho’ que já deu certo e foi adotado pelos países europeus, para evitar uma catástrofe humanitária.

O governador João Azevêdo considerou um “desserviço” a atitude do presidente, colocando em risco “tudo o que está duramente sendo construído para proteger a população”. Já Cartaxo, através de suas redes sociais, disse que “o grave momento que o Brasil atravessa pede serenidade e trabalho conjunto, O que realmente importa, agora, é salvar vidas”.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, em entrevista ao Bom Dia Paraíba, das TV’s Paraíba e Cabo Branco, afirmou que “vamos continuar nos baseando nas orientações da Organização Mundial da Saúde. Não vamos politizar o tema e fazer as ações de saúde preventiva. Não é momento de politizar essa questão. Vou seguir a orientação que temos observado e dado certo em outros países”, assinalou.

Compartilhe isso:

FONTE : Jornal da Paraiba On Line/ Foto Codecom

Load More Related Articles
.