Durante entrevista, Bruno tranquiliza servidores contratados da Prefeitura

Candidato do PSD diz que em seu governo não haverá ‘caça às bruxas’ e prestigiará pessoas comprometidas com o trabalho

 

Ainda em sua participação no programa Ideia Livre, da TV Itararé, nesta terça-feira, 3, o candidato a prefeito Bruno Cunha Lima (PSD), da Coligação Campina Rumo ao Futuro, aproveitou para tranquilizar os servidores contratados pela Prefeitura, de que não haverá a tão temida ‘caça às bruxas’ em seu governo. Bruno, entretanto, advertiu que seu modo de trabalhar exige dedicação e empenho por parte das pessoas.

“Aqueles que estiverem ali dando o seu suor, seja na limpeza, na saúde, na educação, fiquem absolutamente tranquilos. Não será feito nenhum tipo de caça às bruxas. Eu aprendi, na minha vida, que a gente deve trabalhar para ajudar o homem, a mulher a ganhar o seu pão com dignidade, com o suor do seu trabalho. Tirar o pão não é comigo. Agora, uma coisa faz parte do meu perfil e eu exijo: aqueles que estão fazendo parte da gestão têm que trabalhar! Aqueles que, por ventura, não se enquadrarem no perfil, aí me permita pedir perdão, vai ter que abrir espaço para quem, de fato, quer trabalhar”, garantiu Bruno Cunha Lima.

Bruno falou, ainda, sobre o seu Plano de Gestão, que conta com 205 itens, elaborados a partir de sugestões da comunidade campinense e com a coordenação do próprio candidato do PSD.

“Um Plano de Governo plural ajuda a gente a entender a complexidade que é governar uma cidade como Campina Grande, que tem praticamente um milhão de habitantes indiretos, praticamente meio milhão de pessoas que vivem, que moram na cidade de Campina Grande”, falou Bruno.

Saúde

Dentro das políticas públicas, Bruno Cunha Lima reforçou que fará um grande investimento no que se refere à saúde da cidade, criando uma nova central de parto, em uma estrutura já existente.

“Nós vamos utilizar a estrutura física de onde hoje funciona o Hospital da Criança e do Adolescente. Não vai ser adquirido um novo prédio, não vai ser construída uma nova estrutura para esses primeiros meses. Esse primeiro ano nós vamos aproveitar o que já existe e, através de um entendimento de gestão, desafogar o ISEA, a nossa única maternidade pública de Campina, que atende, além de Campina, outras 180 cidades da Paraíba. E remanejar, tanto o pessoal, quanto ações específicas para essa nova unidade obstétrica, que vai realizar, a partir de uma nova central de parto normal, inicialmente, cerca de 120 partos por mês”, explicou Bruno.

Entre as prioridades para o próximo ano, Bruno foi direto ao dizer que a modernização da Máquina Pública está entre os principais itens para o início de sua gestão, que será feita através das tecnologias que a cidade oferece para isso.

(Assessoria-Coligação Campina Rumo ao Futuro\0

 

Load More Related Articles
.