Em Brasília, Bruno lutou por manutenção de UTIs abertas durante a pandemia, mais recursos para a Saúde e a reforma do Mercado Central

Prefeito de Campina Grande destaca união suprapartidária em favor de projetos para o Município

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, defendeu nesta quarta-feira, 10, em Brasília, em contato com outros gestores municipais do Estado e do Brasil, a manutenção do funcionamento das UTIs Covid e que podem atender, após a pandemia, a todas as pessoas com outras enfermidades. Defendeu também a duplicação da BR-230 de Campina até a Praça do Meio do Mundo e a construção do novo mercado e da nova feira central da cidade.

Bruno lembra que, só no Hospital Pedro I, foram habilitados 60 leitos de UTI, que são fundamentais para a futura realização de cirurgias eletivas e outros procedimentos.

Bruno explicou, durante transmissão na rede social Instagram, logo no início da manhã desta quinta-feira, 11, que foi o segundo a falar no encontro, tendo apresentado os três pontos que são prioridades pra Campina Grande e também da própria Paraíba.

Ele ainda destacou o nível de maturidade política na reunião, entre os deputados federais e os senadores da Paraíba, que serviu para definição das prioridades de investimentos, na destinação das emendas de bancada ao Orçamento Geral da União 2022. “Foi uma grande demonstração de maturidade, colocando todos numa mesma sala, independente das diferenças políticas e partidárias, em busca do desenvolvimento da Paraíba”, avaliou o prefeito.

Representações

Além de Campina Grande, estiveram presentes João Pessoa (por meio do vice-prefeito Leo Bezerra) e governador João Azevedo, além da senadora Nilda Gondim; dos deputados federais Pedro Cunha Lima, Edna Henrique, Efraim Filho, Hugo Motta, Ruy Carneiro, Frei Anastácio, Wilson Santiago, Aguinaldo Ribeiro e Gervasio Maia.

Ainda estiveram presentes dezenas de prefeitos de todas as regiões da Paraíba, entre eles André Gomes (Boa Vista), Tales Torricelli de Sousa (Brejo do Cruz), Ricardo Pereira (Princesa Isabel), Laurinho Maia (Catolé do Rocha), além dos reitores Antônio Fernandes (UFCG) e Célia Regina (UEPB), como também deputados estaduais, e os vereadores Marinaldo Cardoso, Sargento Neto, Carol Gomes, Valéria Aragão e Olímpio Oliveira, além dos presidentes da Associação Comercial, Antônio Andrade; da CDL, Carlos Botelho e Helder Campos, pelo Sinduscom.

Codecom

Load More Related Articles
.