DestaquesPolicial

Depoimento da mãe de Rayssa confirma que filha era espancada com frequência pelo ex-companheiro

Rayssa disse que saiu de casa depois que ele a sufocou no banheiro, fazendo-a perder a consciência", relatou a mãe.

A tragédia envolvendo a morte de Rayssa de Sá na última quinta-feira (21) toma contornos ainda mais lamentáveis, conforme a mãe da vítima revela detalhes sobre o relacionamento da jovem com o Secretário de Comunicação de Belém, Betinho Barros.

Em uma entrevista ao programa “Correio Verdade” da TV Correio, Danúbia, mãe de Rayssa, descreveu os momentos de terror que sua filha enfrentava ao lado do ex-companheiro. Ela compartilhou que Rayssa era vítima frequente de violência física por parte de Betinho.

“Rayssa disse que saiu de casa depois que ele a sufocou no banheiro, fazendo-a perder a consciência”, relatou a mãe. 

Segundo informações, Danúbia teria saído para o trabalho por volta das 13h, deixando Rayssa em casa. O secretário chegou à residência horas depois, por volta das 17h. “Ela sofreu muito até que, em um momento de desespero, teve medo de voltar e saiu apenas com a roupa do corpo, vindo a falecer nas mesmas condições”, acrescentou Danúbia.

O relato da mãe de Rayssa também aponta que a violência era intensificada, chegando ao ponto de Rayssa ser agredida com um cabo de vassoura.

Feminicídio 

Betinho Barros, de 38 anos, tirou sua própria vida após assassinar a ex-esposa, a estudante Rayssa Kathylle de Sá Silva, de 19 anos. O  crime ocorreu por volta das 18h de quinta-feira (21), na casa da mãe da vítima, localizada no Centro de Belém.

Embora o casal estivesse em processo de divórcio e já estivesse separado há algum tempo, as ameaças anteriores feitas por Betinho Barros à vítima são um prelúdio para a tragédia que aconteceu. Rayssa havia prestado depoimento na Delegacia da Mulher em Guarabira, solicitando medidas protetivas contra ele.

( f5 online)

 



Botão Voltar ao topo