COVID: Bruno confere lote de 25 novos monitores e 10 concentradores de oxigênio enviados a Campina Grande pelo Ministério da Saúde

Prefeito registra também a aquisição, com recursos do Município, de outros 25 respiradores para o enfrentamento à doença

O prefeito Bruno Cunha Lima vistoriou,  um lote de equipamentos enviados pelo Ministério da Saúde para a rede de Saúde de Campina Grande. No total, a Prefeitura recebeu 25 monitores e 10 concentradores de oxigênio. Outros 25 monitores, adquiridos com recursos próprios do Município, já vêm sendo utilizados no tratamento da covid.

Os equipamentos estão guardados no Hospital Municipal Pedro I. O diretor da unidade, médico Tito Lívio, acompanhou o prefeito na vistoria dos lotes. Segundo o prefeito, os 50 monitores agora vão atender a rede hospital municipal: 12 serão destinados ao Hospital Dr. Edgley, no bairro de José Pinheiro. Também está sendo equipada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro do Alto Branco; como também o Hospital da Criança e do Adolescente; e o ISEA (Maternidade Municipal).

Os novos equipamentos vão reforçar a capacidade técnica e garantir atendimento público com o máximo de qualidade, socorrendo os campinenses e todos os paraibanos que buscam tratamento em Campina Grande. Mesmo após a pandemia, o prefeito garante que os equipamentos serão incorporados à estrutura hospitalar da cidade, servindo de forma permanente à população.

Conforme Bruno Cunha Lima lembrou, em vídeo gravado para as redes sociais, a chegada dos novos equipamentos a Campina Grande é resultado da audiência dele, na semana passada, com o ministro da Saúde, o paraibano Marcelo Queiroga. Por isso, fez questão de formular sua gratidão a Queiroga, ao secretário nacional de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros e à diretora do Departamento de Atenção Hospitalar-Domiciliar e de Urgência, a também paraibana Adriana Melo Teixeira.

Por fim, como de costume, agradeceu ao empenho dos que fazem o Hospital Pedro I, no trabalho de atender às vitimas da covid. “Não esquecer de lembrar que a prevenção é o melhor caminho para se combater a pandemia. Daí a necessidade da população fazer uso de máscaras, praticar distanciamento e evitar aglomerações”, concluiu.

Codecom

Load More Related Articles
.