Covid-19 mata o conceituado cardiologista Dr. Antonio Loureiro

 

Com a morte do Dr. Loureiro, sobe para 26 o número de médicos paraibanos que morreram vítima  da Covid-19. Cinco, só nos últimos dias. Quase 1.000 contraíram a doença, sem falar nos milhares de profissionais da saúde que contraíram a doença, e muitos não resistiram infelizmente.

 

(Dr.Loureiro, primeiro a esquerda)

Faleceu nesta madrugada desta quarta-feira, ( 06.01), vitima de covid-  19,num dos hospitais de Natal RN,o conhecido médico cardiologista clínico, Dr.Antonio Loureiro Gomes, 83 anos desquitado que residia no residencial Solar  das Acácias, na Avenida Severino Cruz, centro de Campina Grande. Dr.  Antonio Loureiro era um dos mais conceituados médicos campinenses, que trabalhou em vários hospitais desde no Sandy, HU, HPS municipal, diretor da FAP, diretor do antigo Inamps e mantinha a sua Clinica do Coração , na rua Selma Vilarim, próximo ao antigo Terminal Rodoviário no centro campinense.

Era cidadão campinense, projeto de Lei  do então vereador Francisco de Assis Costa.Natural de Itaporanga região do

Vale do Piancó, o médico Antonio Loureiro ao  concluir o curso de medicina no Recife, fixou residência em Campina Grande, onde também dirigiu por vários anos a Adesg.

 

Antes do Natal, ele se despediu de alguns amigos e foi passar os festejos do final de ano com sua filha, na Capital Potiguar.

Diabético e portador de outras morbidades, porém lúcido, o “Dr. Loureiro “, como era carinhosamente tratado no meio social, viajou sem aparentar qualquer sintoma de contaminação do temível COVID 19.

Mas depois do Natal, teria apresentado indícios de que estava infectado e foi levado ao hospital sendo internado e o seu quadro de agravou com avançada infecção pulmonar que acabou o levando a óbito na manhã de hoje, surpreendendo a todos seus incontáveis amigos, colegas médicos,  ex_ alunos e toda família .
Sobre  sepultamento ,ainda não foi anunciada pela família enlutada, já que velório é proibido.

Era frequentador do Shopping Partage. Na foto com o jornalista Assis Costa, e o ex-vereador Altair Pereira( Bazinho)

 

“ELE ERA O ETERNO PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DOS
DIPLOMADOS DA
ESCOLA SUPERIOR
DE GUERRA- ADESG), NESTA CIDADE DE CAMPINA GRANDE, DESDE 1.985, QUANDO ACONTECEU
O SEU PRIMEIRO
CURSO, REALIZADO NO
AUDITÓRIO DO EDIFÍCIO DO INAMPS.

NA NOSSA TURMA, POIS, ESTAVAM RONALDO
CUNHA LIMA E A
PROMOTORA
AMARÍLIA SALES,
ENTRE
OUTRAS PERSONALIDADES
DESTA URBE.
LEMBRO, PORTANTO,
QUE
A FILHA DELE, QUE
MORA EM NATAL,
ESTEVE AQUI EM CAMPINA GRANDE, QUANDO NÓS
LHE PRESTAMOS UMA
GRANDE HOMENAGEM
( ELE FOI PROFESSOR DE
CARDIOLOGIA )
NO ANIVERSÁRIO DE
50 ANOS DA CRIAÇÃO DA FACULDADE DE
MEDICINA DE CAMPINA
GRANDE, NO AUDITÓRIO DA FIEP, EM 17 DE
DEZEMBRO DE 2018.
DESSA FORMA, EM
NOME DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA DE CAMPINA GRANDE , AS NOSSA
MAIS INTENSAS E
SINCERAS CONDOLÊNCIAS À
SUA ESTIMADA
E ENLUTADA FAMÍLIA
E TAMBÉM AOS NOSSOS
COLEGAS MÉDICOS
E AOS SEUS AMIGOS ,
NESTE MOMENTO DE TÃO PROFUNDA DOR.
DEUS O RECEBA DE BRAÇOS ABERTOS NA CASA CELESTIAL PARA O DESCASO ETERNO”

Texto publicado pelo colega médico, Dr. Evaldo Nóbrega, nas redes sociais.

( Assis Costa e Ubiratan Cirne)

Load More Related Articles
.