Covid-19: Campina Grande vacina mais de 200 mil pessoas com ao menos uma dose e atinge 70% da população vacinável

O Município de Campina Grande atingiu uma importante marca neste domingo, 01. Com o avanço da vacinação, por faixa etária, a cidade chegou a mais de 200 mil pessoas imunizadas com ao menos uma dose da vacina contra a covid-19. Isso representa 70% do total da população vacinável, que são as pessoas a partir de 18 anos de idade.

No total, 194.396 pessoas receberam a primeira dose e 6.260 receberam a dose única, o que significa que 200.656 campinenses receberam, ao menos, uma dose da vacina. E quase 70 mil também já receberam a segunda dose. Analisando o esquema vacinal completo, somando quem tomou dose única ou quem já tomou duas doses, o percentual de pessoas completamente imunizadas é de 26%.

“É uma marca significativa, que aponta que a nossa campanha está avançando e temos muito que celebrar sobre essa conquista, que nos devolve a esperança de superarmos a pandemia por completo. Isso é fruto de um trabalho dedicado, de uma equipe que se desdobra para aplicar as vacinas assim que elas chegam, de mais de 300 pessoas diretamente envolvidas”, comemorou o prefeito Bruno Cunha Lima.

Vacinação

Nesta segunda-feira, 02, a campanha de vacinação contra a covid-19 está contemplando, em Campina Grande, o público de 31 anos acima. Entre o domingo e esta segunda, a estimativa da Secretaria Municipal de Saúde é aplicar mais de 8 mil doses. A campanha segue com aplicação de segundas doses e vacinação de acamados e moradores de áreas distantes em domicílio.

Com o aumento no número de pessoas imunizadas, os números de internações caíram no município e chegaram ao menor índice desde o aumento de casos. A taxa de ocupação dos leitos do SUS na cidade, exclusivos para pacientes com novo coronavírus, está hoje em 32% na UTI e 25% de enfermaria, dispondo de 98 leitos de UTI e 130 de enfermaria.

Com esses dados técnicos, a Secretaria Municipal de Saúde desmobilizou os três centros de testagem que funcionavam na cidade e a referência para o teste da covid-19 passou a ser exclusivamente o Complexo Hospitalar Municipal Pedro I.

“Apesar desses números positivos, não podemos descuidar, temos que continuar redobrando a atenção justamente para que esses dados possam se manter evoluindo positivamente. A vacinação vem surtindo muito efeito, mas é necessário manter todos os cuidados até que nós superemos completamente esse cenário”, alertou o prefeito.

Codecom

Load More Related Articles
.