COVID-19: Bruno decide decretar medidas mais duras em Campina Grande para combater avanço da pandemia em Campina Grande

Prefeito diz que Município vai ser ainda mais rígido com quem insiste em descumprir as regras sanitárias

Em entrevista, na manhã desta segunda-feira, 31, o prefeito Bruno Cunha Lima anunciou que haverá a publicação de um novo decreto com medidas mais restritivas para o enfrentamento da crise sanitária em Campina Grande. Preocupado com a evolução dos números e o forte impacto no sistema de saúde, Bruno diz ser inadmissível a negligência ou indiferença de muitas pessoas no cumprimento das medidas coletivas de proteção à saúde.

De acordo com Bruno,  é preciso punir quem não coopera com as ações de saúde implantadas no município. “Assim faremos. Não cogitamos fechar radicalmente o comércio, mas é preciso coibir abusos e punir os que não cooperam com a saúde pública num momento de tanta gravidade”, destacou.

Outra importante ação será o lançamento de um aplicativo de denúncias, dando oportunidade para que os cidadãos conscientes possam relatar casos de abusos ou de desobediência às medidas. Além disso, o prefeito disse esperar que cada campinense redobre seus esforços de higiene para ajudar no combate à pandemia, como o uso de máscaras e de álcool em gel.
Também devem ser evitadas aglomerações.

Sobre a situação dos hospitais da cidade, o prefeito Bruno alertou que a situação é preocupante: a rede hospitalar já tem registrado uma alta ocupação dos leitos superior a 90%, tanto nos leitos de enfermaria quanto de UTI.

Codecom

Load More Related Articles
.