DestaquesParaíba

Com FPM em queda, prefeito de Tenório, no cariri paraibano, corta 20% do seu salário, da vice-prefeita, secretários, todos os cargos comissionados, além da redução de 20% dos contratados

Após as crescentes quedas do Fundo de Participação Municipal (PPM)o prefeito de TenórioManoel Vasconcelos (Republicanos), cortou 20% (vinte por cento) do seu salário, da vice-prefeita, dos secretários e todos os cargos comissionados.

De acordo com o Decreto de nº 019/ de 19/09/2023, fica suspensa: diárias de alimentação, gratificações à servidores públicos, comissionados, cursos, simpósios, festas custeadas pela administração pública, além de 20% (vinte por cento) na redução dos servidores contratados.

As medidas dispostas neste Decreto, terão validade pelo prazo inicial de (60) sessenta dias, podendo ser prorrogadas mediante ao ato do Poder Executivo municipal, ou suspensa mediante as regularizações do repasse do FPM, por parte do Governo Federal.

“Estamos atravessando um momento difícil. Permanecemos prejudicados pela União, com essa injustificável redução dos recursos municipais” disse,  o prefeito Manoel Vasconcelos.

O Decreto foi publicado na manhã desta quarta-feira, dia 20 de setembro, no Diário Oficial do município.

Blog do Hamilton Silva



Botão Voltar ao topo