Fotos

Com a inserção do bairro São José, se aproxima de 900 o total de famílias inseridas no programa Mesa Farta em Lagoa Seca

O programa municipal de distribuição de alimentos prontos, o Mesa Farta, conta atualmente com cerca de 900 famílias de Lagoa Seca. A iniciativa da prefeitura surgiu para combater a subnutrição e a fome da população mais carente, especialmente durante o cenário da pandemia de Covid-19.

Na tarde desta quarta-feira (16), a Secretaria de Assistência Social rendeu boas-vindas aos cadastrados do bairro São José, segunda região da zona urbana da cidade a ser inserida no programa. O momento aconteceu no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e contou com as presenças do prefeito Fábio Ramalho e da responsável pela Assistência Social do município, Michelle Ribeiro.

Só no bairro São José, passou de 100 famílias que, uma vez por semana, em dia já estabelecido pela prefeitura, já têm a oportunidade de ter mais alimentos em suas mesas. O prazo para angariar novos interessados ao programa ainda não encerrou, podendo as inscrições serem feitas na secretaria ou no SCFV.

“A gente fica muito feliz vendo que seguimos atendendo os lagoassequenses que mais precisam. O programa [Mesa Farta] é um sonho de lá atrás, antes mesmo do começo do nosso primeiro governo. E, graças a Deus, estamos oferecendo esse sonho a mais pessoas. A tendência é levarmos essa ação para outras comunidades, com toda certeza”, prometeu o prefeito Fábio.

Outras seis localidades, espalhadas na zona rural de Lagoa Seca, também integram a lista do programa Mesa Farta. São elas: Chã do Marinho, Campo do Bahia, Vilas Esperança, Florestal, Ipuarana e Ezequias Trajano.

( Ascom- PMLS)

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo