DestaquesNotícias

Casa da Mulher em Campina vai ser construída no bairro do Tambor para centralizar todo atendimento em um só espaço

A coordenadora da Mulher em Campina Grande, Talita Lucena esteve nessa quarta-feira(20), com o prefeito Bruno Cunha Lima, no Ministério da Mulher em Brasília para oficializar a doação do terreno que garante a construção da unidade da Casa da Mulher Brasileira na cidade.

A Casa da Mulher Brasileira em Campina Grande, segundo a coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres, advogada Talita Lucena, será construída como um instrumento de avanço na luta em defesa da mulher. Talita lembrou que o empreendimento é resultado de emendas parlamentares da ex-senadora Nilda Gondim e do senador Veneziano Vital do Rego que destinaram parte dos recursos para construção do equipamento. Em contrapartida o Ministério da Justiça garantiu o maior percentual de recursos para a obra, e o prefeito Bruno Cunha lima fez a doação do terreno em junho deste ano, sendo oficializada na tarde dessa quarta-feira.

A solenidade foi presidida pela ministra da Mulher, Maria Helena Guarezi que recebeu o prefeito Bruno Cunha Lima, a advogada Talita Lucena, o presidente em exercício do Senado Federal, Veneziano Vital do Rego e outras autoridades.

A Casa da Mulher Brasileira é uma ação integrante do “Programa Mulher Viver sem Violência”, do Governo Federal. “A construção desse importante equipamento em nossa cidade é de extrema importância, uma vez que unifica em um só espaço toda Rede de Atendimento à mulher vítima de violência, então a gente vai concentrar em um só local, a Coordenadoria da Mulher, Defensoria Pública, Juizado, Delegacia da Mulher e Ministério Público. Tudo isso de garantir maior assistência à mulher no sentido de segurança, assistência jurídica e apoio”, explicou Talita Lucena.

A Coordenadora da Mulher ainda destacou que a Casa da Mulher vai ser um incentivo a mais para a mulher em situação de violência, procurar ajuda, já que muitas esbarram na burocracia de ficar se deslocando de um local para outro em vários pontos da cidade. “Agora com esse único espaço, a mulher vai se sentir encorajada a procurar ajuda”, pontuou.

O prefeito Bruno Cunha Lima destacou a importância da Casa da Mulher. “É uma alegria, em nome de Campina Grande, a gente estar fazendo aqui a entrega formal do terreno onde vai funcionar a Casa da Mulher Brasileira, não só para Campina Grande, mas para atender a toda a nossa macrorregião. Um equipamento fundamental, com a presença de serviços do município, mas também da Defensoria Pública, do Ministério Público, Delegacia da Mulher, Vara de Segurança da Mulher”.

“Isso é uma ação e articulação coletiva – Prosseguiu Bruno -, que envolve o Ministério da Mulher, o Ministério da Justiça, a Prefeitura de Campina Grande, o Congresso Nacional, através do Senador Veneziano e, em especial, da senadora Nilda Gondim, gostaria de fazer esse registro, porque é um investimento de mais de R$ 8 milhões para um equipamento que vai ser fundamental para a vida, para a liberdade, para o acolhimento de todas as mulheres, mas em especial das mulheres que, infelizmente, em pleno século XXI, ainda são vítimas de violência. O nosso trabalho, o trabalho de Talita, coordenadora da Mulher e futura secretaria executiva da Mulher de Campina Grande, é diminuirmos as distâncias e garantirmos mais vida na vida das mulheres”, concluiu o prefeito Bruno Cunha Lima.

Codecom



Botão Voltar ao topo