CidadesDestaques

Campina Cuida das Crianças: Prefeitura amplia HCA e contrata mais leitos em hospitais privados



A Prefeitura de Campina Grande está ampliando os serviços do programa Campina Cuida das Crianças por meio de uma ação, lançada no último mês de março, para enfrentamento ao período sazonal de aumento no número de casos de síndromes respiratórias em crianças. A Secretaria Municipal de Saúde está construindo 13 novos leitos de enfermaria no Hospital da Criança e do Adolescente (HCA) e contratualizando novos leitos nos hospitais HELP e Clipsi.

No HCA os leitos darão suporte ao atendimento de urgência e emergência. Também será realizada uma obra para ampliação do setor de acolhimento, que vai recepcionar mais adequadamente os pacientes. Na unidade estão 56 leitos de enfermaria e 7 de UTI. Com a expansão, o local terá 69 leitos de enfermaria infantis, se estabelecendo como um dos maiores hospitais pediátricos do Nordeste.

Além dessa ampliação, a Secretaria Municipal contratualizou mais leitos na rede complementar. São 10 novos postos de internação no hospital HELP e 19 na Clipsi. Agora, com a ampliação do contrato no HELP, a oferta para o município passou a ser de 21 leitos de enfermaria pediátricos e 10 de UTI.

O Hospital da Criança e do Adolescente atingiu um recorde histórico de atendimentos no mês de abril. A unidade hospitalar realizou 8.964 procedimentos nos 30 dias, o que representa uma média de quase 300 atendimentos por dia. No mesmo mês no ano passado, foram 6.543 procedimentos, o que significa um aumento de 37%.

A maior parte dos casos de urgência e de emergência está relacionada às síndromes respiratórias ocasionadas pelo Vírus Sincicial Respiratório. Por causa disso, a Prefeitura de Campina Grande lançou o projeto Campina Cuida das Crianças, que consiste na descentralização dos atendimentos pediátricos e na distribuição de dispositivos de lavagem nasal infantil na Atenção Primária à Saúde.

Atendimento descentralizado – O atendimento com pediatra nas Policlínicas é destinado aos casos leves e moderados. O funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 7h às 18h, nas Policlínicas das Malvinas, Liberdade, Catolé e Bela Vista. No Centro de Saúde Francisco Pinto, no Centro da cidade, o horário é estendido até às 21h.

Dispositivo de lavagem nasal – O Município também disponibilizou 10 mil garrafinhas de lavagem nasal para serem distribuídas no HCA e também nas Policlínicas que fazem o atendimento pediátrico e nos distritos de São José da Mata e de Galante. O lavador nasal evita que a congestão nasal nas vias respiratórias superiores atinja os brônquios e os pulmões, o que pode causar bronquiolite e pneumonia.

Atendimento em casa e online para outros municípios – Além das estratégias para conter o aumento dos casos e atender toda a demanda, a Prefeitura de Campina Grande deve lançar, nos próximos dias, ações para o atendimento pediátrico domiciliar no município e atendimento online remoto para crianças de outras cidades. “O prefeito Bruno Cunha Lima deve lançar em breve essas duas iniciativas que fazem parte do Campina Cuida das Crianças”, disse o secretário municipal de Saúde, Carlos Dunga Júnior.

Ambulatórios – O HCA possui 25 ambulatórios de atendimentos eletivos com tratamentos contínuos. Neste mês, começou o funcionamento do ambulatório de ortopedia pediátrica e, em junho, devem começar os ambulatórios de oftalmologia pediátrica e cirurgia infantil. Existem ainda ambulatórios para crianças com Síndrome de Down e obesidade, entre outros. O hospital atende pacientes de mais de 70 municípios pactuados da segunda macrorregião de saúde.

Codecom

Botão Voltar ao topo