Bruno visita Santos, conhece projeto que integra modais ferroviário e de ônibus urbano e projeta solução similar para Campina Grande

Prefeito ressalta avanços para a instalação de um novo sistema de transporte urbano no Município

Encerrando sua agenda oficial em São Paulo, o prefeito Bruno Cunha Lima visitou a Baixada Santista, nesta quinta-feira, 7, e, na companhia do superintendente de Trânsito e Transportes (STTP), Carlos Dunga Júnior, conheceu a linha férrea de Santos e renovou sua disposição de tirar do papel o projeto de um sistema que pode integrar os modais Veículo Leve sobre os Trilhos (VLT) e ônibus urbano, em Campina Grande.

Para a imprensa santista, o prefeito campinense lembrou que o transporte público é um dos maiores desafios nas médias e grandes cidades de todo o Brasil, destacando, sobretudo em termos comparativos, as semelhanças, projetos e desafios entre Campina Grande e Santos.

No caso específico de Santos, Bruno pontuou aspectos em comum com Campina Grande, sendo um deles o tamanho da população: Campina tem 420 mil habitantes e Santos uma população de 430 mil habitantes. Outro ponto convergente: a cidade paulista também ter uma antiga linha férrea que corta quase todo o perímetro urbano.

Sobre o projeto santista, Bruno Cunha Lima relatou que a linha inteira tem 11 quilômetros de extensão e 15 estações de embarque e desembarque, pois a Prefeitura restaurou e adaptou o antigo equipamento para o funcionamento de um VLT, beneficiando e integrando toda a região metropolitana. Conforme relatou, está sendo estabelecido em Campina Grande, a partir deste tipo de troca de experiências, um novo modelo de sistema de transporte público, para prestar um serviço com mais eficiência, segurança e rapidez.

“Buscar soluções para o desafio do transporte público, em Campina Grande, significa mais qualidade de vida para todas as pessoas. Por isso, o planejamento e coragem são bases da transformação para uma mobilidade urbana de verdade”, destacou o prefeito.

Case de Campina Grande

Segundo destacou o prefeito, “a vida é um grande compartilhamento” e, por isso, durante a visita ao litoral de São Paulo, detalhou “cases” de sucesso na política pública de transporte coletivo, como o fato de Campina Grande ter reduzido, este ano, o valor da tarifa do transporte coletivo de R$ 4,30 para R$ 3,75. Ainda comentou o caso de Santos, que teve sucesso na reativação da sua antiga linha de trem, possibilitando a integração dos modais ferroviário e de ônibus urbanos.

Codecom

Load More Related Articles
.