Bruno abre Conferência Municipal da LOA 2022 e elenca metas e prioridades do governo

Prefeito destaca empregabilidade, educação de qualidade e excelência em saúde como focos de sua gestão na Prefeitura de Campina Grande

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, abriu na tarde desta sexta-feira, 10, a Conferência Municipal da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2022, oportunidade em que apresentou as metas e prioridades de sua gestão para o próximo ano. As atividades acontecem na Câmara Municipal e vão se prolongar até o final da tarde deste sábado, 11, com a participação de vereadores, secretários municipais e lideranças comunitárias. A programação é coordenada pelo Orçamento Participativo Municipal. O vice-prefeito, Lucas Ribeiro, também participou da solenidade.

Após a apresentação da Filarmônica Epitácio Pessoa, que executou os Hinos Nacional e de Campina Grande, o prefeito fez seu pronunciamento, destacando a importância da iniciativa para a construção coletiva da LOA, além de ressaltar ser fundamental a mobilização e o estabelecimento do diálogo com a sociedade, fortalecendo a participação popular no Orçamento Participativo.

Bruno destacou que as gestões privadas e públicas precisam formular metas e estratégias inovadoras, para fazer frente aos desafios da atualidade, a exemplo da pandemia e do rápido processo de mudanças sociais e tecnológicas. E deixou claro que o governo está de portas abertas para receber as demandas populares. “Governamos com as pessoas e para as pessoas”, pontuou.

Além de agradecer ao presidente da Câmara Municipal, vereador Marinaldo Cardoso, pela cessão do espaço destinado ao evento, Bruno fez questão de ressaltar as grandes metas e prioridades administrativas da sua gestão: empregabilidade, educação de qualidade e o oferecimento de serviços de saúde em nível de excelência. Segundo ele, essas metas serão perseguidas, apesar de reconhecer as limitações e dificuldades orçamentárias.

“Almejamos a requalificação e modernização da saúde pública, por meio do emprego da tecnologia para dar aos cidadãos acesso facilitado e rápido aos serviços oferecidos pelo governo. Já na educação, queremos avançar na construção de novos equipamentos, uso de computadores por parte de professores e alunos, robótica, entre outras ferramentas. Ainda almejamos a geração de mais emprego e renda para o nosso povo”, destacou Bruno.

A coordenadora do Orçamento Participativo, Crizane Xavier de Paula, destacou o interesse e o empenho dos líderes comunitários e da população em geral, durante as discussões em torno do orçamento municipal, além de reconhecer o apoio e acompanhamento das autoridades municipais para que sejam alcançados os objetivos da Conferência.

Também fizeram uso da palavra, o secretário chefe de Gabinete, Gilbran Asfora, que ressaltou a obstinação do governo municipal em proporcionar uma administração de excelência para todos os campinenses; enquanto a coordenadora de Gestão, Márcia Madalena, fez exposição técnica sobre o Plano Plurianual e a LOA. Em seguida, houve apresentação das demandas expostas nas assembleias populares, como também a participação dos secretários e dirigentes de órgãos como AMDE, Seduc, Sesuma, Sejel, Secob, Semas e Urbema.

Presenças

Ainda marcaram presença na abertura da Conferência os secretários Filipe Reul (Saúde); Gilney Porto (Executivo da Saúde); Renato Gadelha (Agricultura); Aécio Melo (Procuradoria Geral); Laryssa Almeida (Ciência, Tecnologia e Inovação); Giseli Sampaio (Cultura); Fernanda Ribeiro (Obras); Walker Neves (Semas); Cledson Rodrigues (Sejel); e Geraldo Nobre (Sesuma). Além de Alana Carvalho (presidente da AMDE); Fabíola Gaudêncio (representando o secretário de Educação, Raymundo Asfora Neto); João Batista (presidente da Urbema); e Saulo Muniz (coordenador do Procon). Do Poder Legislativo, também estiveram presentes os vereadores Rostand Paraíba; Carol Gomes; Fabiana Gomes; Waldeny Santana; e Rubens Nascimento.

Codecom

Load More Related Articles
.