CidadesDestaques

Após rompimento de barragem, Prefeitura de Lagoa Seca avalia estragos e ampara famílias atingidas

Uma barragem de médio porte localizada numa propriedade particular, na comunidade Oiti, zona rural de Lagoa Seca, se rompeu na madrugada desta sexta-feira (29).

Segundo a Defesa Civil, as principais causas do ocorrido foram as rachaduras e formigueiros existentes no local, além do acúmulo de chuvas que caíram recentemente na região. Apesar de não haver feridos, lavouras foram danificadas, pois as plantações foram inundadas.

Com o rompimento, a água levou mais duas barragens e atingiu três propriedades do entorno. Segundo moradores, o reservatório tinha capacidade de 20 metros de profundidade, e 100 metros de extensão.

A Defesa Civil já tinha sido acionada para realizar o serviço de alargamento da sangria nessa mesma barragem do sítio Oiti, mas nem isso foi suficiente para evitar o transbordamento.

Nas primeiras horas de hoje, a prefeitura começou o trabalho de socorro e assistência a quem vive no local. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento deslocou o maquinário para que fizesse a limpeza do material que restou e, como forma preventiva, ordenou a continuidade de abertura de outras sangrias de açude.

Já a Secretaria de Assistência Social encaminhou funcionários da pasta, inclusive assistentes sociais, para acompanhar as famílias e atender eventuais necessidades.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo