Apenas R$ 1,85: Com tarifa subsidiada pelo prefeito Romero, Campina Grande tem passagem mais barata do Brasil no transporte coletivo

 

Campina Grande tem a tarifa de ônibus mais barata do país, de acordo com levantamento da STTP, considerando o trajeto de ida de volta. Os dados foram fornecidos pelo superintendente do órgão, Félix Neto.

Conforme o dirigente, considerando a passagem que hoje custa R$ 3,70 (no cartão cidadão), com o bônus (subsidiado pela prefeitura) a população passou a pagar R$ 1,85. Isso representa que, na Integração temporal, o valor final da passagem será de R$ 0,925, enquanto que o estudante terá uma tarifa de R$ 0,462.

Essa inusitada proposta de tarifa, que beneficia diretamente aos trabalhadores que diariamente utilizam o transporte coletivo, foi anunciado pelo prefeito da cidade, Romero Rodrigues, e acatada pelos empresários do sistema de transporte na última terça-feira, 04, durante reunião do Conselho de Municipal de Transporte Público (Comutp) que debateu a crise que afeta o setor de ônibus urbanos na cidade.

 

Na prática, os usuários que usam cartão passam a ter uma bonificação de 100% nas passagens, ou seja, para cada passagem comprada, automaticamente, outra é assegurada.

Pela proposta apresentada pelo prefeito, ficou estabelecido que, até o final da pandemia do novo coronavírus, a partir desse subsídio da Prefeitura e definido tecnicamente pela STTP, as empresas garantem uma passagem a mais para cada uma comprada, exclusivamente por cartão, pelos usuários campinenses.

Também ficou acordado o retorno de, pelo menos, 55% da frota às ruas desde a última sexta-feira, 07, e conforme a demanda de passageiros esse percentual de ônibus em circulação poderá aumentar.

( Blog Políticaparahyba)

Load More Related Articles
.